Cabeça do “Dragão”

Arquitectura Paisagista Mística

Um misterioso monumento (tipo “sepultura”) encontrado na Serra do Cume, cumpre a antiga aspiração de preservar memórias de heróis falecidos num túmulo secreto. Aqui, a porta sustenta o telhado, bloqueando o acesso à câmara.

O interior da anta (impossível de entrar devido ao tipo de porta erguida) só pode ser visto através de pequenas aberturas. Parece cumprir a antiga aspiração de encontrar uma maneira de manter restrito o túmulo das figuras principais

A construção, posicionada sobre uma encosta lateral da Serra do Cume, posição ESE, assume a forma de um dragão quando vista através do “olho de pássaro”. Ao lado do corpo, a figura mostra também uma pedra horizontal na área do abdômen, rachada em perfil triangular, semelhante a um barco.

A área é cercada por menhires de diversos tamanhos, alguns com inscrições, outros recortados em forma de animais, como um cordeiro ou uma baleia.

Na linguagem espiritualista, o barco é tanto o Deus (que carrega as almas) e o meio de transportar as almas para a vida após a morte.

Veja também